Acho que comecei a pensar nele também

Eu sempre julguei mentalmente quem falava sobre a rapidez do tempo. A minha mãe, por exemplo, sempre foi alguém que consegui enfrentar nesse sentido. “Não me conformo com as idades”, ela diz. Isso numa tentativa de demonstrar: “o tempo passa rápido”.

Esses dias me peguei fazendo o mesmo que ela. Fico arrepiada quando lembro que 2019 está lá atrás e até aqui já se foram dois anos. Tem instante que mal me conformo pelas coisas que tentei planejar terem ido abaixo. Mas isso nem cabe aqui, só cabe em terapia mesmo.

Quando mainha fala sobre o tempo eu tento lembrar…

Sobre fotografar as ruas sendo mulher

Lembro bem do dia em que, em um encontro online com outras mulheres, discutimos a tese Paradoxos na representação documental. O trabalho fotográfico de Maya Goded, tese de dissertação de Benjamin Alcántara. Na pesquisa, o autor discutiu, inicialmente, o sentido da fotografia documental no início do século XX para a política dos Estados Unidos.

Da Grande Depressão até a criação de planos para a tentativa de reativação econômica, esses programas foram bem mais conhecidos por conta da fotografia do que por seus próprios feitos. …

Algumas palavras sobre saudade

hoje a minha avó estaria com oitenta anos. ela se despediu muito cedo — eu tinha acabado de fazer treze anos. busco lá no fundo alguma maneira de imaginá-la sem dor e completamente saudável. sei que ela estando aqui, não seria assim. não seria um conto bonito. me aproximo da fotografia como uma tentativa de cura. como se ao fazer uma foto ou criar alguma colagem sobre ela, eu eliminasse, cada vez mais, os incômodos que ela sentiu em vida. quem mais poderia me doar esse tipo de cura? somente a arte faz isso. prefiro acreditar assim.

quando choro a…

Tal medida é significativa por reforçar que as violações do corpo e da mente existem, estão vivas e mais próximas de nós do que imaginamos

Araceli Cabrera Sánchez Crespo vivia com sua família. mãe, pai, irmão. tinha 9 anos quando a sua ausência preocupou todos que viviam ao seu redor. o seu pai, numa tentativa desesperada de encontrá-la, fez o rosto da menina ser espalhado com inúmeras imagens pela cidade (Vitória/ES).

mas após longas investigações, os alvos não estavam longe. seis dias depois descobriram que a menina estava morta. o desaparecimento se converteu em ser o pior crime cometido a uma criança naquela época. tão cruel, tão impossível de acreditar e descrever.

Araceli foi silenciada com ácido. irreconhecível e sendo, antes de tudo, estuprada e…

O quesito ser ótima para responder perguntas sobre coisas favoritas passou bem longe de mim. nem sei se esse quesito existe, mas sofro para escolher o nome de algo favorito. Filmes, séries, novelas. Não sei responder. eu simplesmente travo. Minha cabeça começa a processar muitas coisas ao mesmo tempo, e logo solto: “não sei, tem tantas coisas que gosto”. Péssima resposta, eu sei. Tem nome pra esse tipo de esquecimento? Se sim, eu tenho.

Por vezes fico assistindo algum programa legal e o convidado pensa tão rápido numa resposta que fico impressionada por tamanho feito. …

Em 2018, casas de bairros maceioenses foram abaladas por tremores de terra e famílias tiveram as suas realidades alteradas para sempre. em um dia andando por um desses bairros e quase próxima ao meu destino, ouvi o diálogo de uma criança com a sua mãe. encontrei essa conversa registrada no bloco de notas do meu celular

“hoje fui ao hospital sanatório por uma rua diferente do habitual. apressei os passos já que a rua estava um pouco vazia. debaixo de muito sol e pouca sombra, fiquei dividindo espaço com uma mãe e sua filha (que aparentava ter entre seis e oito anos). ela vestia um vestido cor-de-cosa e segurava uma boneca com uma das mãos, a outra, buscava apoio na mão esquerda da mãe.

a menina pôs fim ao caminhar silencioso perguntando:

mamãe, por que as pessoas estão saindo [das suas casas]?

porque o solo está com problemas, minha filha.

o que é…

“Mas eu vou precisar tomar esse medicamento a vida toda?”

não é nada para você se preocupar. o meu endocrinologista da época disse que as funções da tireoide são importantes para o corpo, mas lá em dois mil e onze as minhas não estavam tão normais assim. e lá se vão dez anos administrando medicações diárias para que o meu metabolismo se comporte um pouco mais.

primeiro, comecei a sentir caroços nas axilas, alguns doíam, outros nem tanto. a parte difícil era retirar aquelas coisas de mim. levanta braço, espreme, limpa, fim. um ciclo nojento e constante. foi assim por um ano até eu descobrir que para além da quase

cresci muito próxima dos álbuns de fotografia da minha família, mas somente nos últimos anos fui tomada pela vontade de conhecer e escrever sobre histórias que passaram por eles (e por mim). nesse sentido, vovô me deu o nome da minha trisavó. conversamos por bastante tempo sobre pessoas que atravessaram a nossa existência.

coincidência ou destino, histórias são coisas que gosto de recriar por meio da imagem. quando me disseram que a minha avó era contadora de memórias e muitos gostavam de ouvi-la, bastante coisa se encaixou. foi como se tivéssemos nos encontrado depois de anos. …

eu me sentia um ser de outro mundo vendo o ritmo de colegas do colégio. na maioria das vezes, enquanto liam algum exercício e o resolviam, eu estava tentando entender o que o enunciado da atividade queria dizer.

ainda nos episódios escolares, lembro que num desses momentos (não) esperados para a chegada do boletim com as notas do bimestre eu tinha, daquela vez, ficado em seis disciplinas de uma vez só. seis. não sei o que houve, mas não foi bom. herdei ansiedade, medo, baixa autoestima. me senti estúpida. …

Fotógrafa pioneira registrou o seu mundo (sem câmera)

sempre que buscamos sobre a mulher e a imagem em estudos os nossos nomes vêm acompanhados da tutela masculina. nossos nomes estão ancorados aos olhos de julgamento de homens. quando pausamos o nosso tempo para acolher os documentos históricos no colo eles sempre nos dizem que mais mulheres estiveram por ali, mas nem sempre foram registradas. esse fator aponta para o tanto que fazer imagem, escrita e arte, num geral, sempre será um ato político.

foi movida por estudos e vivências que as palavras de hoje saltaram das folhas de rascunho e quiseram se encontrar, neste espaço, com o oceano…

laryssa andrade

artes e outros sentimentos / www.laryssaandrade.46graus.com

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store